Papo de BFF: 10 Coisas que aprendi em 2016 + bônus


               Alerta de textão!!            

Mais um ano se passou (voando, diga-se de passagem) e mais uma vez a gente para pra fazer o balanço e calcular os saldos e prejuízos dos acontecimentos. Esse ano tava sendo leve pra mim até agosto... depois a coisa começou a desandar de uma forma impossível rs. No mundo foi morte, acidente, separação, política... Esse finalzinho está sendo fácil pra alguém? Se estiver, comenta aqui que eu preciso saber.

Eu queria enumerar 10 tópicos de coisas que aprendi esse ano, mas teremos alguns tópicos bônus, graças a Deus, porque aprender nunca é demais.

Num geral, esse ano eu perdi amizades que nunca achei que fossem acabar (e, na verdade, me peguei querendo que acabassem mesmo), mas ganhei outras. Me aproximei de pessoas que já estavam na minha vida e me reaproximei de outras pessoas que meio que tinha me afastado. Percebi que nem todo mundo que você considera sente o mesmo por você

10 COISAS QUE EU APRENDI EM 2016 + BÔNUS
Dica: leia só os títulos em vermelho e, se você achar interessante ou se identificar, você lê a descrição.


01) Não faça justiça com as próprias mãos.
Por mais que esteja ao seu alcance abrir os olhos de alguém, por mais que você tenha provas, fique na sua! Uma hora a verdade vai aparecer e, acredite, você NÃO quer o mérito por isso. Sua atitude pode ter sido na melhor das intenções, mas quem vai pagar de megera é você depois que a poeira baixar e sua "atitude heróica" não vai ter valido de absolutamente nada.

02) Cuidado com críticas destrutivas disfarçadas de críticas construtivas.
A pessoa mente que a cara nem treme, te dá altas dicas "tiro-no-pé" ou age com grosseira dizendo que é pro seu bem, tudo disfarçado de "segredo do sucesso" e você tem seu tapete puxado e, na "melhor" das hipóteses, fica se sentindo mal. Confie em você, aprenda errando.

03) Não fale dos outros e nem concorde ou discorde de quem está falando.
Suas palavras serão 100% distorcidas. Até quando você fala bem isso pode acontecer. Se você disser "fulana é linda" e chegar aos ouvidos da fulana que você falou, chega junto de palavras que insuam que você está com inveja da beleza dela. Elogie pessoalmente, mas cuidado. Ainda assim a pessoa vai fazer o sinal da cruz achando que você tá colocando um quebrante nela.

04) Por que não repetir viagens?
Pois eu repeti e descobri que pôde ser ainda melhor do que a anterior. Sempre fica faltando um ponto turístico, uma compra pra fazer, uma programação pra aproveitar melhor...
 
05) Guardar aquele dinheiro foi algo realmente útil.
A gente é compulsiva, quer comprar todos os lançamentos da moda e tudo o mais... Mas se tem uma coisa que nunca é demais (além do aprendizado rs), essa coisa é: dinheiro! Eu consegui viajar e ajudar a pagar minha faculdade com um dinherinho que eu poupei durante os anos que trabalhei como revisora de textos. Nessas horas também lembramos do dinheiro que não valei a pena a gente gastar com aquele produto ruim, com aquela balada ruim, com aquela comida ruim... Mas serve de aprendizado.

06) Gastar aquele dinheiro valeu a pena.
Tópico que NÃO contradiz o anterior. Eu viajei e gastei bastanteeeee!!! Mas valeu cada centavo! Cada alegria, cada risada, cada foto, cada companhia, cada sorriso... Agora diminuindo a escala... aqueles reais que gastei numa comida MUITO gostosa valeram extremamente a pena. Aquele ingresso de um show caríssimo, aquela escova inteligente que me deu paz em relação ao meu cabelo, aquela compra de produtos maravilhosos que estão tornando meus dias hoje muito mais fáceis.... Investimentos na minha qualidade de vida.

07) Nenhuma amizade, por mais sincera, íntima companheira que seja, está isenta de acabar um dia.
Sinceramente, talvez o comentário desse tópico seja meio vago. Eu constatei isso, mas não concordo. Por sinal isso é uma coisa que eu aprendi também, mas vou embutir aqui: não importa se você não concorda com algo, se tiver que acontecer, vai acontecer. 



08) Não mantenha amizades que lhe deixam com medo ou que lhe controlam.
PRE-PA-RA que esse vai ser o tópico mais longo (quem leu com a voz da Anitta? rs). Diferente da situação acima, aqui é quando você decide que aquela amizade lhe faz mal. Ninguém merece conviver com uma pessoa que precisa ser melhor do que você, mais loira, mais morena, mais magra, mais bem vestida, mais rosa, mais fotogênica, mais baladeira, mais olhada, mais sereia, mas unicórnio, mais oncinha, mais colorida, namorar há mais tempo, ter o cachorro mais velho, saber mais nomes de sushis, ter os cabelos mais longos, mais curtos... A pessoa compete até por objetos, sai correndo na sua frente pra comprar antes de você aquele determinado negocio que você queria muito e inventa a vertigem que for pra não precisar responder a pergunta "aonde você achou?". E, PASMEM, tem competição até pra saber quem é mais lisa (a.k.a.: ter menos dinheiro), por que a pessoa precisa ser mais coitada. Em paralelo com isso, ainda tem a pessoa que tem aquela mania HORRIVEL de mandar em você, de achar que sabe o que você tem que fazer. Você acaba fazendo um monte de besteira e o pato quem paga não é a outra pessoa não, é VOCÊ! E eu nem vou entrar no mérito de quando a pessoa precisa reproduzir tudo que você faz, mas de forma a atingir a perfeição (na cabeça dela). Cabô? Cabô não, amor, volta aqui... ainda tem aquele tipo de medo que você pensa mil vezes as suas atitudes pensando "no que é que a fulana vai pensar", "como é que a fulana vai receber isso". E que atitude é essa, pelamordedeus, que vai causar tanto incômodo na tal da Fulana, 100ôr? Deve ser algo grave né... tipo usar drogas, matar alguém, abandonar um animal na rua. Não, querida, é não... É coisa básica! É sair com alguma pessoa mesmo que ela não possa ir, ou perdoar um vacilo de alguém que ela não perdoou. Socializar, ter uma vida, não guardar rancores, escolher viver bem incomoda! Percebeu a gravidade? E quando você dá o azar de tudo isso estar inserido na mesma pessoa? Deus colocou ali uma provação na sua vida meeeeeixmo, receba! No meu caso, foram três pessoas diferentes. Mas eu nem sei se isso é bom ou ruim porque foram três traumas. Paola, isso é uma lavação de alma? SIM! Gente, lava a alma! Se livra disso.Vai ser um comboio a menos nas suas costas.

09) "Apenas 60% das pessoas que você considera te consideram de volta". 
Essa foi uma sábia frase que uma pessoa me disse esse ano. Ela fala por si só, é curta, grossa e direta. Mas preciso comentar que, mais especificamente na época do meu aniversário, eu tive a constatação nua, crua e cruel disso. Era gente "tanto-fazendo", era gente ironizando, fazendo piadinha com coisas que são de imensa importância pra mim... Deus tá vendo! E eu também.

10) Você tem sim roupa pra sair. 
Minina... a crise chega para todos não é mesmo? Em um mundo aonde ser chique é economizar, não pela vontade, mas pela necessidade (porque se a gente pudesse, a gente gastava e comprava meeeeixmo), você é simplesmente OBRIGADA a arranjar o que vestir pra sair. Existem dois tipos de pessoas: aquelas que não saem porque não tem saco/criatividade pra recriar algum look e as que estão dispostas a se virarem pra achar uma roupa no closet pra sair porque não fica em casa neeeeem por um decreto! Eu sou esse segundo tipo de pessoa, rs. E digo mais... não demoro mais do que 2 minutos pra escolher o que eu vou vestir.

                       Bônus                      

11) Não precisa ser orgulhoso, mas tenha amor próprio. 
Eu sempre dizia que não era uma pessoa orgulhosa. Nas brigas com amigos e namorados, eu que ia dar o braço a torcer e não via problema nenhum em fazer isso. Mas o que eu consegui? Mal acostumar esse pessoal. E eu não percebia que havia uma linha tênue entre orgulho e amor próprio e não conseguia diferenciar uma coisa da outra. Existe uma diferença entre ceder e se submeter. Aprenda a diferença entre essas duas coisas. Não se humilha mulher, pelo amor de Deus! Você NÃO precisa disso. Aquele relacionamento, seja ele de namoro ou amizade, está te consumindo? Faz a Elsa! LERIGOU!

12) Não se preocupe em fazer demais pelos outros.
Entenda uma coisa: você valoriza sua atitude mais do que a pessoa em questão. Não importa o quanto foi enorme sua demonstração de amizade, amor, carinho, consideração... no momento em que a pessoa abusar da sua cara, se colocar suas atitudes na vitrine elas nem vão valer 1,99 (ex mai loveeee, ex mai loveeeeeeeeeeee). A pessoa não vai pensar duas vezes antes de mandar sua a amizade, seu amor, sua consideração e seu carinho pra caixa prego.

13) As pessoas falam de você pelas costas.
Elas mandam prints, fazem piada, opinam no que você NÃO pediu opinião e acham que isso nunca vai chegar até você. Por mais que você seja linda, bem humorada, se vista bem, seja magra, tenha o cabelo bom, tenha o feed clean, seja educada, simpática... não adianta, sempre vão arranjar um motivo pra falar.

14) Você sempre é pra alguém o que alguém é pra você.
E digo mais... as pessoas envolvidas não necessariamente são as mesmas. Até por que né, que graça teria a vida pra "Lady Murphy" (a.k.a. lei de Murphy) se você correspondesse àquele sentimento e o seu sentimento também fosse correspondido né? Tem que ser assim: Ana gosta de Pedro que gosta de Maria que gosta de João que gosta de Ana. Isso todo mundo já sabia... mas você tinha visto por esse lado de que sempre alguém vai sentir por você o que você sente por alguém, não só coisas boas, mas coisas ruins também? (rimou rs). Tudo isso confirma uma coisa: você colhe o que planta.

15) Sempre há dor maior.
Eu já sofri perdas de entes queridos, sem dúvida a que mais me doeu foi a perda da minha avó. Eu era mais nova, ela já vinha doente há anos... meio que deu tempo de a gente se conformar. Eu nunca tive uma morte brusca na família, mas quando meu cachorro adoeceu cronicamente, eu entrei em desespero. Sabe aquilo que eu sofri por amor e por amizade? Não chegou nem aos pés da dor que eu senti ao realizar que eu ia perder meu meninão. Ali na minha bio do blog tem dizendo que eu moro com três cachorros e, com muita tristeza no coração (a maior que eu já senti em toda minha vida), eu anuncio que em breve serão só dois. No momento eu não quero falar disso, mas certamente uma hora eu vou me pronunciar.

16) O passado pode retornar a qualquer momento.
E você pode ou não permitir isso. Pra que? Até quando? Onde vivem? Como sobrevivem? Do que se alimentam? É bom ou ruim? Isso é algo que vai ficar pras coisas que eu aprendi em 2017. 

URFA!!! Avisei que era textão... se você leu até aqui, me conta se você se identifica com algum desses tópicos. Quero muuuuitooo saber! 2016 chegou que só nada, pareceu que ia ser leve e quando se menos esperou, ele deu uma vuadora nos peito da gata que, olha, receba! Rs... 

Beijoss!!!!






2 comentários:

  1. Uaau. Esse post foi fundo. Você falou muitas coisas que penso, no entanto nunca tinha olhado algumas coisas pelo angulo que você mostrou e acabou que deu muito sentido, tipo: "como lidar? - Ah! agora sim, vamos"
    E o quanto "alguém" pode faze-la desacreditar em si mesmo, e em sua capacidade...
    Gostei muito do seu post, é real e claro, há muitos pontos que nunca tinha pensado e agora consegui formar um ponto de vista.

    Amo textões. rsrs Sempre me identifico.

    Beijoss!

    https://vaidosaemforma.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que boooom que alguém leu, gostou e se identificou kkkkk
      Obrigada lindaa! <3

      Excluir

Fico feliz com seu comentário! Beijos!